transorte rodoviário

O lubrificante ajuda a reduzir os custos do transporte rodoviário

Compartilhar nas redes sociais:

Vamos ver como o lubrificante ajuda a reduzir os maiores custos do transporte rodoviário, ou seja, os custos relacionados com o combustível.

Como dissemos, o custo do combustível é o setor que tem mais peso e influência no custo total de operação de um veículo, seguido dos custos de pessoal. É por isso que qualquer ação que tomemos para reduzir o consumo de combustível é mais do que interessante do ponto de vista da redução de custos e de rentabilidade.

Também é importante ter em conta a importância da manutenção e as avarias do veículo. Mais do que pelo custo direto que as operações em oficina podem acarretar, é pelo tempo que o veículo passa imobilizado. Quando um veículo está parado, não gera rendimentos nem lucros. É tempo improdutivo e também uma das maiores preocupações para um gestor de frota.

Os lubrificantes podem ajudar a reduzir os custos de transporte?

É claro que sim. Alguns lubrificantes para motores e transmissões, bem como outros produtos e aditivos, podem ajudar a reduzir o consumo de combustível e os custos de operação e manutenção de uma frota. Isso significa reduzir significativamente seus custos operacionais e aumentar sua rentabilidade.

E como podemos reduzir todos esses custos? A verdade é que podem ser feitas várias coisas nesse sentido do ponto de vista dos lubrificantes. Uma delas é a utilização de lubrificantes Fuel Economy (economizadores de combustível) de qualidade comprovada.

Este tipo de lubrificante é caracterizado pela sua baixa viscosidade. Além disso, têm na sua formulação aditivos redutores de fricção, que permitem reduzir as perdas por atrito entre os diferentes elementos mecânicos do veículo. Como resultado, é reduzido o consumo de combustível em comparação com o uso de lubrificantes convencionais.

Com efeito, a maioria dos fabricantes de veículos pesados recomenda já nos seus manuais de manutenção a utilização de lubrificantes Fuel Economy para as suas gamas de veículos mais modernos.

Neste ponto, é de notar que não nos referimos apenas aos lubrificantes de motor. Existem também lubrificantes Fuel Economy para os diferentes elementos de transmissão do veículo, como a caixa de velocidades (manual ou automática), pontes, diferenciais, etc.

E quanto combustível pode ser economizado com os lubrificantes Fuel Economy? Até 3% em comparação com os lubrificantes convencionais. É muito mais do que parece: por exemplo, um veículo industrial que consome em média 37 litros a cada 100 km e percorre 120.000 km por ano pode economizar cerca de 2.000 euros em combustível com o uso de lubrificantes Fuel Economy. E se multiplicarmos este valor pelo número de veículos de uma frota, o impacto econômico que essa medida pode ter na conta de resultados é mais do que interessante.

Também não devemos esquecer a vantagem adicional de reduzir o consumo de combustível de um veículo no plano ambiental, nomeadamente em termos de redução das emissões de CO2, bem como de outros poluentes como os NOx, CO ou outras partículas.

Podemos fazer mais alguma coisa com os lubrificantes para reduzir os custos de transporte?

Mais uma vez, claro que sim. Outra ação que podemos realizar para reduzir os custos operacionais de uma frota é otimizar os intervalos de serviço para a realização de diferentes intervenções de manutenção, tais como as trocas periódicas de óleo. Lembre-se: trata-se de fazer o veículo funcionar como um relógio e não parar de repente devido a uma falha.

Um programa de manutenção preventiva pode ser estabelecido através da realização regular de análises ao óleo. Isto permitir-nos-á, muito provavelmente, prolongar os períodos das mudas de óleo (motor, caixa de velocidades, pontes, diferenciais…), sempre, sim, se se fizer respeitando as indicações do fabricante.

Se o fizermos, conseguiremos, por um lado, reduzir o consumo de lubrificante, bem como os custos de manutenção e mão de obra. Por outro lado, reduziremos os tempos de imobilização do veículo, aumentando a sua disponibilidade e, com ela, a receita e rentabilidade.

LubAnac, a chave para a manutenção preventiva

A TotalEnergies tem sua própria ferramenta para implementar um programa de manutenção preventiva, realizando análises regulares de óleo. É chamado LubAnac e está disponível para todos os clientes da empresa.

LubAnac permite conhecer não só o estado do lubrificante, mas também o estado de “saúde” dos elementos mecânicos mais importantes de um veículo pesado, como o motor, transmissão ou pontes e diferenciais, entre outros.

O objetivo principal do LubAnac é duplo: em primeiro lugar, otimizar os períodos de trabalho entre as mudas de óleo em função dos resultados obtidos nas diferentes análises. Em segundo lugar, e talvez mais importante, antecipar possíveis problemas e falhas no veículo. Isso permite otimizar e planejar as intervenções de manutenção dos veículos, minimizando o número de falhas, o custo das peças, a mão de obra e os períodos de inatividade.

Mas não é tudo: existem também no mercado alguns aditivos que permitem reduzir o consumo de combustível. É o caso do produto TotalEnergies Excellium PRO Concentrate, que permite melhorar a limpeza do sistema de injeção, bem como a eficiência da combustão no interior do motor. Deste modo reduz-se o consumo de combustível e, portanto, a fatura anual de combustível. Tudo isto sem comprometer o desempenho e o rendimento ideais do veículo.

Todas estas linhas de ação visam contribuir para reduzir os custos do transporte rodoviário de mercadorias. O uso dos produtos certos, com qualidade e desempenho comprovados e aprovados pelos principais fabricantes, bem como a implementação de um programa de manutenção correto supervisionado por uma ferramenta adequada como LubAnac, permitem reduzir significativamente os custos de exploração, aumentando a rentabilidade da empresa. Por outras palavras, ajudam os gestores de frota a atingir seus objetivos.

0
Compartilhar nas redes sociais:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.